Paulo Korte – O Cidadão

Paulo Korte é o nono filho de uma família de 12 filhos. Seu pai, Gustavo Korte, casou com Gloria Calabrez, com quem teve 7 filhos. Depois, casou com sua mãe, Elisabeth Viviani Noschese, com quem teve mais 5.

 

As férias, finais de semanas e feriados, foram, na maior parte das vezes, passados no sítio da avó-paterna em São Roque, no sitio da família em Ibiúna e na Fazenda do Mato Grosso.

 

O prazer do contato com pessoas humildes e o olhar voltado para a natureza revelaram na infância valores como a grandeza da simplicidade, a força do meio ambiente e a importância da natureza.

 

Este contato com a natureza desde criança fez de Paulo Korte um habitual visitante e defensor de parques ecológicos, lugar em que, como diz Foucault, “…as almas são curadas.”

O Esporte

Trabalho em conjunto, disciplina e enfrentamento de desafios, traços de uma personalidade coerente se revelaram nos esportes: atleta federado no Volei conquistou o título de Campeão Paulistano, para o Esporte Clube Pinheiros.  “Ser campeão foi  significativo, mas o melhor mesmo foi vencer a final contra o melhor time do Brasil,  a Pirelli, um time de excelentes jogadores de vôlei e favorito…”  revela Paulo com orgulho. 

 

Orgulho do Mestre Enio Cacuri, seu mestre de tae kwon, Paulo Korte com muita disciplina e determinação alcançou o por três vezes o titulo paulista em sua categoria: peso-pesado.

 

Tricampeão de tae kwon do, no âmbito familiar contrasta a agressividade no tatame com a compreensão e carinho que tem por sua esposa e seus três filhos. As relações dentro da grande família, com inúmeros irmãos, os conflitos, as desigualdades sociais e econômicas existentes, fizeram-no questionar algumas verdades que lhe eram postas. Quando  se revelou   uma outra faceta da sua personalidade.

Espiritualidade

Precocemente, aos 13 anos, destinado a “encontrar a Verdade”, iniciou sua busca na leitura do Novo Testamento. Determinado a não depender de nenhum intermediário na busca da verdade, fez uma leitura devocional, pela idade que tinha, ao texto bíblico.

 

“Lembro que fiz um voto: de diariamente ler o texto, ao menos um parágrafo da bíblia… e cumpri”. Adulto, já com 24 anos de idade, formado, a mesma intuição que o levou a iniciar a leitura do Novo Testamento que se seguiu à leitura do Velho Testamento, sugeriu-lhe começar ler novos textos complementares. Sua busca continuava.

 

Assim, com essa idade começou o estudo do Budismo, por meio de leitura de textos do Dalai Lama e depois, mais a fundo, com aulas e livros do Lama Padma Samtem. Já casado, em 2002 fundou, juntamente com sua esposa e amigos, um Grupo de Filosofia, voltado a estudos de temas em gerais do ser humano, mas com o objetivo principal de proporcionar diálogos inteligentes, respeitosos, onde as pessoas pudessem falar e soubessem ouvir.

Política

Instigado pela vida acadêmica e pela participação em atividades comunitárias, foi candidato a vereador por São Paulo, com uma campanha, em 2012, voltada às redes sociais, bem econômica, incentivando as pessoas a proatividade, a agir e não esperar pelo Estado, mas lutar por ele ao mesmo tempo  levar o conceito à população de que não se pode abandonar a política, mas aprimorá-la. O slogan da campanha era “confie em pelo menos um” a fim de que as pessoas, de fato, dedicassem o mínimo de participação na vida pública, através do voto, confiando em pelo menos uma pessoa.

 

A campanha foi romântica e ideológica. Paulo não foi eleito. Mas sementes foram lançadas. Em 2013 iniciaram as movimentações populares em defesa do

combate à corrupção, reforçando o movimento da operação Lava Jato, que mais do que uma ação da Polícia Federal, do Ministério Público e do Poder Judiciário, é um movimento de mudança cultural do país.

 

Após a campanha, Paulo Korte retornou aos estudos do doutorado, e se concentrou em sua tese que foi defendida em 2016, recebendo a nota máxima. Em 2017 publica seu livro “Direito, Casamento e Amor – o casamento, um caminho para encontrar o Absoluto” – uma síntese de suas imersões pessoais e espirituais, harmonizando com o universo jurídico sua experiência pessoal no convívio familiar.

Saiba mais sobre o profissional Paulo Korte